quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Resolvendo os problemas no Guardião 30 Horas no Linux

Atualização: 17/02/2012 Recebi uma ligação do Itaú já informando que estão corrigindo os erros e que, pelo Firefox, eles conseguiram sanar o problema. Entretanto comigo o erro continua muito provavelmente porque atualizei o Firefox para a versão 10.0.2 que saiu agora. Repassei este fato para a atendente que será repassada para o setor de TI do banco. Ao menos já é um bom sinal para quem está tendo problemas com o Itaú. Acredito que, depois do carnaval, a situação volte ao normal.

Atualização: 25/02/2012 Finalmente o Guardião 30 Horas instalou no Linux. Neste caso já consigo acessar todas as funções do antigo bankline tanto em casa quanto no trabalho sem precisar alterar o User Agent. Mas, se tiver mais alguém com problemas, siga as instruções abaixo e reclame com o Itaú. Mas tudo indica que o banco já pode fazer as pazes com os usuários do pinguim :D

Atualização: 25/02/2012 (2) Eu fiz um teste em uma máquina virtual Ubuntu e mostrou o seguinte:

  • O guardião roda bem em um Firefox usando o OpenJDK, porém ele falha no Google Chrome. Neste caso deve-se instalar o java da Oracle. As instruções para criar os pacotes estão aqui. Mas lembre-se que a última versão é a 6.31. Então adapte os comandos de download para os que estão nesta página da Oracle.


Eu sou cliente do Itaú já tem mais de 10 anos e a conta salário que abri se tornou a principal conta corrente. Eu quase não tive problemas com o banco tanto que o último problema sério que tive foi com o iToken a alguns anos atrás, que tive que trocar no dia seguinte já que a agência não tinha na hora.

Até mesmo o acesso ao Itaú Bankline (Atual Itaú 30 horas herdado do Unibanco) era tranquilo no Linux até que chegou um aviso de que teria que instalar o Guardião 30 Horas. Até aí ignorei, mas ao tentar pagar uma conta, uma outra janela abre mostrando o seguinte:


Segui as instruções, inclusive com a confirmação do java, e o que houve foi um erro dizendo que não pode ser instalado. Imagina a minha reação na hora já que a conta vencia no mesmo dia.



Algumas soluções vieram na minha cabeça.

1) Reiniciar o computador e acessar o Itaú pelo Windows 7.

Nem precisa dizer o que acho sobre isso:

Eu evito o máximo de acessar o banco na plataforma Windows justamente pelos riscos que existem de Virus. Mesmo com o anti-virus instalado e atualizado, sempre aparece alguma ameaça nova para roubar as senhas. Então:

De jeito nenhum

2) Acessar pelo celular.
3) Fazer o pagamento por telefone
4) Procurar por alguma alternativa.

A 2 e a 3 são boas alternativas. Mais ainda a 2 já que o aplicativo nativo para o Android é muito bem feito. Mas isso seria para o último caso. Então parto para a opção 4  e, procurando no Google, descobri uma coisa interessante: Os usuários de Mac não são afetados, tanto que veio uma informação que era só alterar o user-agent do navegador para um no Mac para burlar o Itaú.

Então tem uma maneira e vou explicar nas duas formas, uma pelo Firefox e outra pelo Google Chrome.

1) Pelo Firefox:

Baixe o User Agent Switcher que é uma extensão que vai fazer a mágica.

2) Pelo Google Chrome:

Baixe o User-Agent Selector que é o equivalente a extensão do Firefox.

Estando de posse de um dos dois ou ambos, vamos montar o User Agent para Mac.

Abra uma nova aba e digita about: no Firefox ou chrome://version/ no Google Chrome e anota o Agente do usuário ou identificação da compilação que seria o seguinte:

Mozilla/5.0 (X11; Linux x86_64; rv:10.0.1) Gecko/20100101 Firefox/10.0.1
ou
Mozilla/5.0 (X11; Linux x86_64) AppleWebKit/535.11 (KHTML, like Gecko) Chrome/17.0.963.46 Safari/535.11

O que está em negrito é a parte que vamos manipular. Crie uma nova entrada nas opções da extensão e cole uma das duas strings.

Logo, em seguida, mude o que está em negrito para: Macintosh; Intel Mac OS X 11_7_9. A partir daí a string ficará dessa maneira:

Mozilla/5.0 (Macintosh; Intel Mac OS X 11_7_9; rv:10.0.1) Gecko/20100101 Firefox/10.0.1
ou
Mozilla/5.0 (Macintosh; Intel Mac OS X 11_7_9) AppleWebKit/535.11 (KHTML, like Gecko) Chrome/17.0.963.46 Safari/535.11


Salve e vá para o site do Itaú. A partir dele você seleciona, no menu da extensão, a opção do navegador no Mac que você criou. Loga no Itaú 30 horas e tenta pagar a conta. O que vai ver, em seguida, será a situação de antes de aparecer o Guardião: O campo para pagar a conta ou a senha do iToken. Ou seja, pode pagar a conta sem problemas.

Essa solução é apenas um paliativo enquanto o Itaú não resolve este problema para quem usa Linux. Fazendo uma busca vai encontrar diversas reclamações a respeito da instalação do Guardião seja qual for sistema operacional utilizado. Uma prova que, desta vez, o Itaú criou uma coisa para complicar a vida do usuário ao invés de facilitar.

E, para finalizar, se for usuário de Firefox e  tiver preguiça de usar a extensão para mudar o User-Agent, tente a extensão Bancos Bugados (Itaú) que simplifica esta tarefa.

Tenha uma boa semana.

Atualização (16/02/2012): Recebi a informação de que alguns usuários de Mac estão tendo o mesmo problema. Isso está sendo investigado já que não tenho Mac para fazer os testes. Por enquanto, o que posso recomendar, é seguir as mesmas instruções. De início instale as últimas versões do Firefox e do Google Chrome. Se não funcionar utilizem as extensões e aplique um dos User-Agent modificados que está nesta página. Depois me informa na área de comentários se conseguiu acessar ou não informando a versão do navegador e sistema operacional utilizado.

10 comentários:

  1. Perfeito. deu certo com o User Agent Switcher. Valeu!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo post. Mesmo quando esse guardiao funcionar no Linux contiuara sendo um absurdo. O que esse software faz ? Quais informacoes ele coleta do computador do correntista ? E simplesmente inaceitavel. O pior e que varios outros bancos fazem a mesma coisa. A situacao ideal e nao ter que usar esse software.

    Mas a cereja do bolo e:

    "A instalação do dispositivo é válida por computador e não por conta."

    Eu me lasquei. Instalei no meu computador do trabalho por que precisava pagar uma conta na correria e me lasquei. Nao consigo instalar em casa.

    ResponderExcluir
  3. Para funcionar no Mac, eu fiz o seguinte:
    Baixei o Java disponibilizado pela Apple aqui : http://support.apple.com/kb/DL1515

    o que atualizou a versão existente do Java. abri o navegador novamente e funcionou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LINDO... valeu meu velho, isso deu certo.

      Excluir
  4. Adilson, valeu cara.
    Funcionou direitinho!!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Anti-Mofo

    Deve estar falando do plugin do Java que anda causando problemas devido a uma falha de segurança. Essa é uma exigência do banco e tem que verificar com eles o porque disso já que, o que pode ser segurança virou um pequeno incomodo já que a recomendação é não usar mais o plugin do java.

    E não vamos baixar o nível dos comentários ;)

    ResponderExcluir
  7. Muito bom, funcionou no crome e no firefox, obrigado!

    ResponderExcluir
  8. Uma alternativa aos problemas causados pelos módulos de seguranças dos bancos no Chrome como lentidão e travamento é usar a extensão MOMO (Monitor de Módulo de Segurança de Bancos). Esta extensão ativa e desativa extensões de módulos de segurança bancários para evitar travamento do Chrome e deixa ativa somente quando você está usando o banco, desativando em seguida, após o fechamento da janela do banco. O link de instalação é este abaixo:

    https://chrome.google.com/webstore/detail/momo-monitor-de-m%C3%B3dulo-de/mmicbbfkfpebdmajbmcfabeelhoffbnp

    ResponderExcluir