quinta-feira, 17 de abril de 2014

Trusty Tahr será lançado hoje.

Quem gosta de Ubuntu já deve estar sabendo que, de acordo com este link, hoje será lançada a versão 14.04, conhecida como Trusty Tahr. O link para baixar a nova versão deve estar disponível a qualquer momento e, como em todo lançamento, deve congestionar os sites devido a alta popularidade desta distribuição.




Essa será uma versão LTS, de suporte prolongado que vai suceder o Precise Pangolin e terá o suporte pela Canonical por 5 anos. Dentre as novidades a adoção do kernel 3.13, melhorias na interface e muitas outras que não estão listadas aqui.

Uma boa quinta e um bom download quando surgir o link.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Dyn anuncia o fim do DynDNS gratuíto

Para quem viu o http://www.adilson.net.br/2013/05/como-sobreviver-as-mudancas-das-regras.html sabe-se que o serviço gratuito do Dyn (antigo DynDNS) mudou as regras em que obrigava o usuário a se  logar de mês em mês para evitar que o serviço expirasse. Até encontrei um script que deixei no anacron que fazia o papel de logar na página para mim.

Mas, agora, desde a manhã desta segunda, 7 de abril, recebi um email anunciando o final: vão encerrar o serviço gratuito de DNS dinâmico em 30 dias. Ou seja, eles já não ofereciam mais o serviço sendo que, quem tinha ainda utilizava o serviço. Desta vez, em 30 dias, as contas gratuitas restantes serão encerradas a não ser que passe para um dos planos pagos, com um certo desconto.


Agora, desta vez, não tem escapatória.


No blog oficial, Jeremy Hitchcock, CEO do Dyn explica as razões para o final do serviço, dentre eles, o uso do serviço para atividades ilícitas e melhoras na infraestrutura e no suporte para os clientes pagos.

Então, até o dia 7 de maio, os clientes da versão gratuita deverão receber novos alertas que devem informar os usuários sobre como migrar para um plano pago e não perder o seu endereço.


Agora a alternativa mesmo é mudar para um outro serviço gratuito. Uma lista de alternativas pode ser encontrado neste endereço: http://dnslookup.me/dynamic-dns/. Eu, que uso uma máquina ligada a um Velox já migrei para o http://www.noip.com que continua gratuito e é um dos mais conhecidos depois do, praticamente finado, DynDNS.

Tenham uma boa semana.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Reporter da Newsweek afirma que encontrou Satoshi Nakamoto

Parece que encontraram o criador do Bitcoin

Existe aquelas brincadeiras de esconde-esconde que fica difícil de encontrar a pessoa. Até hoje o que conseguiu se esconder por mais tempo foi Osama Bin Laden que ficou entocado no Paquistão até que alguns soldados dos EUA metralharam, transformando-o em, segundo a versão oficial,  comida de peixe.

Outra pessoa que ficou escondida por um bom tempo era Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin e nisso havia um nível de dificuldade ainda maior. Ele nunca foi visto, ninguém sabia como ele é e especulavam que era o nome fictício de alguém ou de um grupo responsável pela criação da moeda virtual mais comentada nos últimos anos. 

E isso até que uma repórter da Newsweek investigou a fundo e chegou numa pessoa que seria o verdadeiro Satoshi Nakamoto e que o nome dele é real.

Bom, segue o copy & paste do http://olhardigital.uol.com.br/pro/noticia/40681/40681 que explica mehor a história:

Quem diria? O criador da Bitcoin, principal – e mais polêmica – moeda virtual em circulação, é um senhor de 64 anos, nascido no Japão e naturalizado norte-americano, com um gosto peculiar que o faz colecionar trenzinhos e um temperamento à la Steve Jobs. Não só isso, Satoshi Nakamoto é dono de uma fortuna em Bitcoins avaliada em cerca de US$ 400 milhões, mas vive numa casa humilde com a mãe em Temple City, na Califórnia.
Até hoje o nome Satoshi Nakamoto era só uma especulação, ninguém sabia de verdade se o homem existia ou se era um código, um pseudônimo ou coisa parecida. Então a repórter investigativa Leah McGrath Goodman, da revista Newsweek, mergulhou no caso e o desvendou, apesar de ter trocado apenas algumas palavras com ele.
Mais velho de uma família com três irmãos engenheiros, Nakamoto nasceu em Beppu, no Japão, em 1949, onde foi criado pela mãe, Akiko, sob preceitos budistas. Quando ele tinha dez anos, a mãe havia passado por um divórcio e se casara novamente quando todos se mudaram para a Califórnia, nos EUA.

FORMAÇÃO 
O garoto se formou físico na California State Polytechnic University e, desde então, adotou o nome Dorian Prentice Satoshi Nakamoto, assinando como Dorian S. Nakamoto. Saindo da faculdade, passou a trabalhar na Hughes Aircraft nas áreas de defesa e comunicações eletrônicas. Na década de 1980, se mudou para Nova Jersey, onde começou a trabalhar para a Radio Corporation of America como engenheiro de sistemas – foi quando conheceu a segunda esposa e teve cinco de seus seis filhos; só o primeiro é fruto do antigo casamento.
Nessa empresa, que hoje se chama L-3 Communications, Nakamoto atuava em trabalhos secretos para o governo, projetos que envolviam aviões e navios de guerra. Ele também fazia trabalhos militares paralelos, mesmo estando na RCA, até que, em 1987, o casal voltou para a Califórnia. Lá ele se sustentava como engenheiro da computação na região de Los Angeles e chegou a ser demitido duas vezes na década de 1990, sendo obrigado a hipotecar a casa, que acabou perdendo.
Esse ponto é importante porque Ilene Mitchell, 26, filha mais velha de Nakamoto, disse à Newsweek que foram provavelmente esses problemas que formaram o pensamento que seu pai tem sobre impostos e governo e, mais pra frente, podem tê-lo levado a idealizar algo como a Bitcoin. Ele sempre incentivou Ilene a ser independente, iniciar um negócio próprio e "não ficar sob controle do governo". "Ele era muito cauteloso com o governo, os impostos e as pessoas responsáveis", comentou ela.
Depois de uma temporada de volta em Nova Jersey, quando ele e a esposa, Grace Mitchell, 56, se separaram, ele retornou outra vez a Tample City, onde permanece até hoje. E ninguém da família sabe ao certo o que Nakamoto faz para viver.

CAÇADA 
Quando a repórter chegou à porta de sua casa, Nakamoto a esperava com dois policiais que sequer sabiam que ele era o pai da moeda virtual. Se recusou a responder qualquer pergunta sobre Bitcoin e apenas confirmou seu envolvimento com ela ao dizer que ela foi entregue a outras pessoas: "Já não tenho qualquer ligação", informou ele, antes que os policiais fizessem a representante da Newsweek entender que não haveria entrevista.
Leah McGrath passou dois meses conversando com pessoas próximas a ele, compreendendo que de fato Nakamoto não é sujeito de holofotes. Arthur, seu irmão mais novo, avisou-a de que, apesar de "brilhante", ele é "um idiota" que negaria qualquer coisa que lhe fosse perguntado: "Ele nunca admitirá ter começado a Bitcoin", adiantou.
Gavin Andresen, cientista-chefe da Bitcoin, trabalhou com Nakamoto no desenvolvimento da moeda entre junho de 2010 e abril de 2011 e constatou que o temperamento do antigo colega é difícil. "Ele era o tipo de pessoa que, se você cometesse um erro honesto, ele poderia chamá-lo de idiota e nunca mais falar com você", ressaltou. Nesse período, os dois só se falavam por correspondência eletrônica e Nakamoto jamais respondeu a qualquer questionamento pessoal; quando, em 26 de abril de 2011, Andresen disse que fora convidado a palestrar para a CIA sobre a moeda, Nakamoto desapareceu.
"Eu tenho a impressão de que Satoshi estava realmente fazendo isso por razões políticas", disse Andresen, confirmando as suspeitas da filha Ilene. De fato, a Bitcoin se tornou um gigante financeiro com operações diárias que somam quase US$ 500 milhões. Ela cresceu a um ponto inimaginável até a quem se envolveu na sua criação, tanto que Andresen ganhou US$ 800 por centavo investido na moeda virtual.
Se a ideia de Satoshi Nakamoto era criar uma forma de driblar o sistema financeiro convencional, ele conseguiu. A Bitcoin não está vinculada a nenhum governo e pode ser enviada de uma conta à outra, sem taxas, com a mesma facilidade de se trocar e-mails. Aos invés de bancos intransponíveis, quem fiscaliza as transações são os próprios usuários, que sabem de onde vem e pra onde vai cada centavo virtual.

Segundo http://www.businessinsider.com/ap-nakamoto-never-heard-of-bitcoin-2014-3, Nakamoto está negando que é ele o criador do Bitcoin. Não se sabe se é para despistar ou a repórter errou mas isso ainda vai dar muita história por aí.

Atualização (07/03/2014): Depois de muitos anos apareceu a primeira declaração virtual de Satoshi Nakamoto em http://p2pfoundation.ning.com/forum/topics/bitcoin-open-source?commentId=2003008%3AComment%3A52186 que diz "I am not Dorian Nakamoto"(Eu não sou Dorian Nakamoto). Ou seja, ele diz que não é o aquele que a Reporter da Newsweek encontrou. Nisso dá em duas possibilidades. Uma é que ele está tentando salvar o Dorian do assédio total da imprensa por algo que ele não é realmente. A outra é que o Dorian é mesmo o Satoshi Nakamoto do Bitcoin e resolveu dizer isso justamente para criar um clima de dúvida e amenizar o impacto da descoberta da reporter. Nisso acho que não teremos uma verdadeira resposta tão cedo.

Tenham uma boa sexta.

Não foi desta vez. Christopher Lloyd pede desculpas pelo vídeo falso do Hoverboard

Não foi desta vez que teremos o Hoverboard. Mas o tênis ainda está garantido.

Sobre a notícia de ontem, realmente o site e-farsas acertou dizendo que é falso. Tanto que o próprio Dr. Brown/Christopher Lloyd enviou um vídeo do site que originou a brincadeira, o Funny or Die que disponibilizo abaixo:

O resto deixo com o copy & paste do http://gizmodo.uol.com.br/video-fake-hoverboard/ que explica tudo:

Esta semana, começou a circular pela internet um vídeo que mostra um hoverboard de De Volta para o Futuro II aparentemente voando. Havia muitas pistas de que isto era falso, e o Funny or Die enfim admitiu estar por trás deste viral. Mas nós ainda não sabemos ao certo por que eles fizeram isso.
“Se nós inspiramos uma pessoa a entrar nas ciências do hoverboard, considero isto uma vitória”, diz Christopher Lloyd, que interpretou o Dr. Brown, no vídeo de “desculpas”. “Torço que hoverboards sejam mesmo reais um dia. Vão! Façam isso acontecer! Por todos nós! Deus te abençoe.”
A pegadinha inclui até um site bastante profissional para a empresa fictícia HUVr Tech, que ajudou a enganar os desavisados. O domínio só foi registrado em 25 de novembro de 2013, pouco tempo para uma empresa com uma tecnologia tão revolucionária.

Aparentemente, o objetivo era dar de presente um hoverboard não-funcional para quem visitar a página do Funny or Die no Facebook: “vamos escolher aleatoriamente entre os que comentarem sobre este vídeo nas próximas 24 horas para ganhar um HUVr Board assinado por todo o elenco”. Isso inclui Tony Hawk, Moby, Billy Zane e o próprio Christopher Lloyd, entre outros.
Parece um motivo fraco para tanto esforço. Se isso fosse uma propaganda para a Mattel, até faria sentido: em 2012, a empresa lançou uma réplica do Hoverboard que custava US$ 120. Claro, ele não voava, mas prometia “deslizar sobre a maioria das superfícies”. Só que nem isso ele conseguia fazer:
Ele não desliza. Nem um pouco. Nem suavemente, nem bruscamente, nem nada. Não há qualquer deslizamento de qualquer espécie, porque isso é apenas um pedaço de plástico com um compartimento de pilha AA e efeitos sonoros do filme…
mattel hoverboard review
No fim, foi só uma pegadinha que acabou decepcionando nerds retrofuturistas como eu, mesmo que apenas por um breve momento.
Esta não é a primeira vez que o mundo é enganado com a promessa de hoverboards. Em 1989, o diretor de De Volta para o Futuro II foi à televisão e declarou que hoverboards eram reais. “Eles são uma realidade há anos, mas entidades parentais não permitem às empresa de brinquedo fabricá-los”, insistiu Robert Zemeckis. “Mas nós conseguimos pôr as mãos em alguns deles, e vamos colocá-las no filme.” Claro que era mentira – assim como o viral.
Bom, fazer o que. Agora que já foi confirmada a farsa, só resta dizer o futuro quase chegou.

Tenham uma boa semana.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Empresa lançará o Hoverboard do "De Volta Para o Futuro" no final do ano. Será verdade??

Por enquanto só temos a confirmação do tênis pela Nike
Um vídeo andou circulando na rede sobre uma empresa que está desenvolvendo aquilo que, na teoria, é pura ficção-científica: o famoso hoverboard que aparece no filme "De Volta Para o Futuro II". O vídeo tem a participação de Christopher Lloyd, o Dr. Emmet Brown do filme.



De acordo com a própria empresa, o skate é feito de uma tecnologia mais avançada do que alguns satélites e a previsão de lançamento é em dezembro deste ano. Agora fica difícil saber se isso é verdade ou não tanto que o site e-farsas, verificaram e concluíram que o vídeo é falso.

Mesmo assim fica difícil saber se isso é verdade ou não, se é uma brincadeira do mesmo nível do que foi utilizado naquele aplicativo Tubby, algum vídeo promocional de alguma coisa ou isso é realmente verdade. Só vamos saber mesmo qual a intenção deles daqui a alguns meses.

Maiores informações:

http://www.tecmundo.com.br/tecnologia/52033-hoverboard-de-de-volta-para-o-futuro-sera-realmente-lancado-no-mercado-.htm

Tenham uma boa semana.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Geladeira inteligente foi utilizada para o envio de spam.

Agora até geladeira tem spam.
Alguém lembra daquele bug em que as Smart TVs da Samsung 'assistam você'? Isso era só o início e já encontraram uma botnet que teve uma participação de uma geladeira inteligente. Ao ser infectada o equipamento começou a enviar emails indesejáveis para tudo quanto é canto.

Segue o Copy & Paste do http://olhardigital.uol.com.br/noticia/geladeira-inteligente-infectada-e-usada-para-distribuicao-de-spam/39868 que explica melhor sobre o assunto:

A "internet das coisas" promete um futuro muito conveniente, com todos os aparelhos domésticos conectados, com capacidade de comunicação e extremamente inteligentes. Do outro lado da moeda está uma descoberta da empresa de segurança Proofpoint, que descobriu que pelo menos uma geladeira inteligente já está sendo usada como parte de uma botnet, uma grande rede de computadores infectados que podem ser controlados remotamente para fins maliciosos. No caso, o uso foi para distribuição de spam.

A falha destes novos aparelhos é que eles não possuem proteção contra malware, o que permite que cibercriminosos facilmente se aproveitem desta falha de segurança para comandar remotamente os aparelhos e utilizá-los para qualquer fim.

O relatório da Proofpoint aponta que os cibercriminosos também foram capazes de controlar roteadores, centrais de multimídia e televisões inteligentes.

O ataque foi capaz de distribuir 750 mil e-mails, disparando 100 mil por vezes, três vezes ao dia, com apenas 10 mensagens sendo enviadas por cada endereço de IP, o que dificulta o bloqueio.

Cerca de 25% dos e-mails foram enviados por aparelhos que não eram computadores convencionais ou celulares e tablets, mas é a primeira vez que é documentado o uso de eletrodomésticos em ciberataques. Isso não significa que eles nunca ocorreram anteriormente, mas que não haviam sido detectados.

Segundo a Proofpoint, a maior parte dos aparelhos domésticos afetados não sofreram com um ataque sofisticado. Eles foram vítimas de senhas fracas que os deixaram vulneráveis em redes públicas e abertos a este tipo de ataque.

David Knight, da Proofpoint, avisa que a chegada da Internet das Coisas pode piorar a situação das botnets. "Elas já são um grande problema de segurança e o surgimento dos 'thingbots' só pode piorar. Estes aparelhos são mal-projetados e os consumidores não têm como detectar ou corrigir as infecções que acontecerem", explica ele.

Via CNET e Proofpoint 


Então segue a mesma recomendação, se tiver um roteador que seja um bom firewall, reforce a segurança nele para evitar que qualquer equipamento comece a enviar emails. Mesmo que o provedor esteja utilizando a política da porta 25. Não é bom deixar a sua TV ou qualquer outro eletrodoméstico inteligente acesse qualquer site por aí e apliquem qualquer atualização que aparecerem nos seus equipamentos.

Tenham uma boa semana.

Lançado o kernel Linux 3.13

Poderia ter divulgado nesta madrugada mas estava com muito sono e não deu para divulgar antes.

Nesta madrugada de domingo para segunda foi lançado a versão 3.13 do kernel. Dentre as novidades temos o nftables, que é o sucessor do iptables para firewall. Mas ninguém precisa ficar preocupado já que os comandos do iptables funcionam no nftables. Outras novidades são na melhora do gerenciamento de ernegia das placas AMD Radeon, suporte a pagamentos via NFC e muitas melhoras que são descritas em: http://kernelnewbies.org/Linux_3.13.

Eu aqui já baixei e só tive problemas na minha placa da nvidia e no vmware que uso em casa. Mas, nada como alguns patches aqui e aqui para resolver tudo isso.

Quem quiser baixar direto segue o link: https://www.kernel.org/pub/linux/kernel/v3.x/linux-3.13.tar.xz

Tenham uma boa semana.

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Relembre os vídeos que mais fizeram barulho em 2013

Essa não é a lista do youtube e sim do http://idgnow.uol.com.br/internet/2013/12/30/viral-relembre-os-videos-que-mais-fizeram-barulho-em-2013/ sobre os vídeos que mais bombaram, segundo o site. Para ver a lista completa é só ir em http://www.youtube.com/user/theyearinreview e http://www.youtube.com/user/theyearinreviewBR para a versão nacional.  Mas, mesmo assim, segue uma menção honrosa.
  • Tô sem sinal da TIM
A paródia do Galo Frito foi o mais visto em todo Brasil. Também quem mandou a TIM ter a pior cobertura dentre as operadoras aqui no Brasil. Por isso que todo mundo cantou "Tô sem sinal da TIM".



Agora segue o Copy & Paste com algumas adições:

Nossa lista especial reúne os 7 clipes que viraram meme no ano que está terminando. Relação inclui Van Damme, Miley Cyrus, Harlem Shake e vídeo de demissão.
Você já se perguntou o que as pessoas de 2 mil anos depois da nossa geração vão pensar da nossa sociedade atual quando descobrirem que passamos dias assistindo a vídeos de gatos mal-humorados? Eu não, e é melhor assim mesmo. De qualquer maneira, veja abaixo os vídeos e memes que mais “bombaram” em 2013.


Harlem Shake: Agora você vê...
Não vou mentir: não gosto do meme do Harlem Shake. E aparentemente o resto da Internet também se cansou rapidamente disso. O meme chegou com tudo em fevereiro deste ano, mas em abril já estava praticamente morto. (Obs do Adilson: Foi uma grande sensação do início do ano. Até que gostei e, logo abaixo, segue o pioneiro da variação militar do Harlem Shake que veio do exercito Norueguês)

O que a cabra diz? “GAAAAH!”, é claro.
Por mais incrompreensível que o Harlem Shake fosse, “cabras gritando como humanos” é ainda mais estranho – mas provavelmente mais divertido. E era muito mais auto-explicativo: faça uma busca por “cabras gritando” (“goats screaming”) e receberá vídeos um tanto marcantes.

O mundo todo sabe o que a raposa diz
Vamos tirar um momento para responder as questões que realmente importam: Qual o significado da vida? E o que a raposa diz?
Não, de verdade, o que ela fala? Aparentemente essa é uma pergunta importante uma vez que o vídeo noruguês de comédia já tem mais de 300 milhões de visualizações. (Obs do Adilson: Foi o vídeo mais visto no Youtube neste ano)


Chuva de meteoritos
Não é todo dia que “pedras espaciais” caem do céu.
Ok, é todo dia. Mas meteoritos como o que apareceram no ceú de Chelyabinsk, na Rússia, em fevereiro, não aparecem sempre. Graças às câmeras no painel de carros, que são muito comuns por lá, a Internet pôde ver algumas imagens incríveis do acontecimento.

MileyMania
Ah, Miley. No espírito de Bonnie Raitt, você com certeza deu algo par aa Internet falar em 2013. Desde “Wrecking Ball” e as paródias resultantes até todo o show no VMA, a jovem cantora conseguiu atrair a atenção de quase todos na web.

(Obs do Adilson: Segue o Wrecking Ball que chamou muita atenção quando foi lançado)


Melhor carta de demissão da história
Se você vai sair do seu trabalho, faça isso com estilo. Marina Shifrin trabalhava em uma empresa que produzia vídeos de notícias. Preocpada com um foco cada vez menor na qualidade do trabalho, ela decidiu sair da companhia. Mas em vez de uma tradicional carta de demissão, Marina fez um vídeo, com trilha de Kanye West e uma dança toda especial, digamos. Mais de 17 milhões de views depois, é uma sensação do YouTube.

Jean-Claude Van Damme mostrando como se faz
Uma vez ou outra, aparece alguma coisa que faz tudo falar: “Como fizeram isso @#$%?” E neste ano essa honra vai para um vídeo razoavelmente épico da Volvo com o astro dos filmes de ação Jean-Claude Van Damme. O clipe traz Van Damme fazendo sua famosa abertura de pernas enquanto está apoiado em dois caminhões em movimento. De ré. Caramba! O vídeo já tem mais de 60 milhões de views em apenas um mês.


Então para todos que estão lendo um Feliz 2014.

sábado, 7 de dezembro de 2013

Tubby se revela a maior trollagem de 2013

Eu poderia ter publicado antes mas esta sexta foi tão cheia que só deu tempo de ver as notícias com mais calma para publicar aqui nesta noite.


Esse aplicativo é fake mesmo.

Nesta sexta o tão polêmico aplicativo Tubby, que seria a versão masculina do Lulu, no qual os homens deixariam notas em mulheres que, nem saberiam que já estavam lá(Igual ao outro aplicativo de forma inversa), foi lançado com direito a vídeo e tudo, conforme mostrado abaixo:



Era para ser uma mensagem de um investidor coreano a não ser por um pequeno detalhe, ao ativar as legendas em Coreano, a verdadeira tradução aparece:

“Olá, meu nome é Pyong Lee, da cuboX.

Sério, caras, que vocês caíram nessa bobagem?

2014 está chegando e ainda tem gente querendo regredir para a 6ª série dando nota para pessoas do sexo oposto.

Droga, pessoas não são objetos e a intimidade de um relacionamento, por pior que tenha sido, não pode ser exposta dessa forma!

Esse tipo de aplicativo pode até ser “mera brincadeira”, mas dão as ferramentas para pessoas anonimamente fazerem estragos na imagem pública das outras, caso ainda mais grave nos dias atuais em que observamos intimidades filmadas por ex-namorados, por exemplo, vazando na rede e tendo repercussões drásticas… Sem falar no aspecto sexista, machista, heteronormativo e cruel dentro outros retrocessos que essa futilidade promove.

Vocês já ouviram falar de respeito, intimidade e privacidade? Ou que tal deixar de ser babaca, imaturo, sem noção e qualquer coisa do tipo, hein?

Olhem essas hastags rídículas: “#engoletudo”, “#comiporeducação”, “#gemebaixinho”, “#bacalhoada”, “#analgiratorio”.

Não seja um imbecil. Trate as pessoas com respeito. Isso vale para a nossa grande mídia que nunca checa fonte de nada. Sério que caíram nessa? Entendedores entenderão. E para os que viram esse vídeo, façam o download na sexta e espero que se divirtam.

Idealizado por Rafael Fidelis e Guilherme Salles com apoio e produção de Não Salvo (Cid) e cuboX (Pyong Lee e Hugo Severo).”

Ou seja, após a grande repercussão sobre o aplicativo nas redes sociais, com direito a matérias em sites como o G1, Olhar DigitalTecnoblog, etc.. e com direito a liminar de um juiz do TJ-MG proibindo o aplicativo, somando a mais de 150 mil mulheres que, fizeram no Tubby o mesmo que muitos homens, o que inclui dono do blog (Sério, não pedi para entrar no Lulu e apenas a Regi pode me avaliar, então fiz o descadastro), que saíram do Lulu e um monte de homens querendo fazer a sua 'vingança'. Além de vários internautas assistindo essa história toda na arquibancada. Todos descobriram que foram 'trollados'  com a ajuda do Cid do Não Salvo. O que mostra as seguintes coisas:


  • Mais uma vez não dá para acreditar em tudo que se lê na Internet. Isso é válido também para os jornalistas que acabaram caindo feitos patos na brincadeira e espalhou a notícia do Tubby nos principais sites de notícias, tornando o fato 'verdadeiro'.
  • Em alguma reportagem falaram que o aplicativo foi feito 'rápido demais' e desconfiavam de algo. Um aplicativo deste tipo levaria um pouco mais de tempo para desenvolver e utilizar as API do Facebook o que pode trazer suspeita de roubo de informações. Mas ninguém desconfiou que seria uma trollagem épica.
  • Tanto o Lulu, quanto o que seria o Tubby, acabam invadindo a intimidade de quem é do sexo oposto do usuário já que ele é adicionado só por ter o perfil do Facebook o que seria também uma violação de privacidade por conta das notas e já houve caso de estudante entrar com o processo por conta disso. 
Maiores informações:


Repercussão:

Tenham um bom final de semana:

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Botnet Pony rouba mais de 2 milhões de senhas do Google, Yahoo, Facebook e outros sites.

Sim esta botnet está cheia de Pôneis Malditos.

Um fato grave foi descoberto pela empresa TrustWave, ao analisar o código do Botnet Pony que acabou levando a um site russo onde continha mais de 2 milhões de senhas coletadas pelo bot. As senhas são dos mais variáveis sites como Google, Facebook, Twitter, Facebook, LinkedIn, VK(Rede social mais popular da Rússia) e muitos outros.

Para ter uma melhor ideia o botnet conseguiu recolher a seguinte quantidade de informações:
  • Aproximadamente 1.580.000  credenciais de sites
  • Aproximadamente  320.000 logins e senhas de emails
  • Aproximadamente 41.000 logins e senhas de ftp
  • Aproximadamente 3.000 credenciais de acesso a remote desktop (Pode acessar a sua tela de trabalho)
  • Aproximadamente 3.000 senhas de ssh
E a grande maioria dessas contas roubadas, dos mais diversos cantos do planeta, possuem senhas bastante fracas, do tipo 123456, password, abc123 e outras fáceis de adivinhar.

Tem usuário que não aprende mesmo o básico de segurança.

Caso você seja um usuário Windows e esteja desconfiado que a sua máquina esteja infectada, procure outro computador e comece a alterar todas as senhas dos sites que você conhece, inclusive as de banco. De preferência, use uma senha mais forte, que seja difícil de ser descoberto por ataque de força bruta. Depois limpe o seu computador e mantenha  o sistema e o anti-vírus atualizado.

Mais detalhes:


Tenham uma boa semana.